terça-feira, 8 de julho de 2008

Além do Raciocínio

A vida como um todo se fundamenta em pólos opostos.
(...) mas com nossas mentes e raciocínios tentamos eliminar as incoerências.
(...) Na existência, todas as incoerências estão reunidas. A Morte e a Vida estão sempre juntas.
(...) a verdade absorve em si mesma o seu próprio oposto. (...)
A lógica parece nítida porque divide as coisas em opostos.
(...) vida é vida, e morte é morte; (...). Desta maneira tornamos nossos conceitos claros e matemáticos, mas o mistério da vida se perde. É por isso que não podemos chegar à verdade pelo raciocínio. O raciocínio é a tentativa de ser coerente, e a verdade, por sua própria natureza, é incoerente.
(...) Você pode raciocinar também, de maneira tão lógica, que se tornará impossível derrotá-lo por argumentos. Mas perderá a verdade.

Não sou um filósofo ou um lógico, mas uso sempre a lógica. Uso com o único propósito de conduzir o seu pensamento até o ponto no qual você pode ser destacado dele. Estou subindo uma escada, mas ela não é meu objetivo; terei de abandoná-la. Só uso o raciocínio para conhecer o que esta além dele.



Osho – Dimensões Além do Conhecido

Um comentário:

Algumas coisinhas da Jéssica disse...

O Osho é o meu mestre!
As palavras dele fazem muito sentido para mim!!!
Abandonar o raciocínio e a lógica parece ser muito difícil, mas fazemos isso quando estamos brincando, por exemplo. Fazemos isso quando sentimos prazer, quando nos divertimos.
Eu percebo claramente isso quando estou em cena, em uma peça de teatro, eu percebo tudo que está ao redor e como eu estou, mas fico além do raciocínio. É algo difícil de explicar,mas podemos sentir.