terça-feira, 8 de julho de 2008

Numa tarde fria

..." √ลℓéяiล diz:
passou muito frio hoje?
Marcel diz:
Putz....muuuuuuuuito
Marcel diz:
Mas passei mais solidão do que frio.
Marcel diz:
É muito foda, mas às vezes acho que estou construindo algo em mim mesmo suportando esse tipo de situação
Marcel diz:
sabe val, hoje passei o dia inteiro pensando numa coisa daquelas do gurdjieff e dos sufis
Marcel diz:
e lembrei de você também
√ลℓéяiล diz:
o que?
Marcel diz:
Eu tô começando a achar realmente que o "sofrimento" que a gente tem na vida não é ruim....
Marcel diz:
e aliás é a melhor coisa que podia nos acontecer
Marcel diz:
Apesar de ser difícil e triste, ele com certeza gera crescimento....as pessoas que não tem sofrimento e não passam por dificuldades ficam imaturas e insossas
Marcel diz:
E as que tem ficam mais brilhantes e vistosas, como um diamante lapidado
√ลℓéяiล diz:
Sim sim... mas ele não é ruim mesmo... Na hora que a gente sofre é péssimo... mas depois quando as coisas vão se acalmando, a gente vê que realmente foi bom.
Marcel diz:
Na linguagem do Gurjieff, o sofrimento desperta e força e a consciência e cria os corpos sutis que a gente usaria depois da morte....que eu acredito que eu você e várias outras pessoas já temos em razoável qualidade
Marcel diz:
As coisas vão ficando cada vez mais claras na minha mente e no meu coração a respeito desse funcionamento.....e isso é muito estranho, porque vai criando um buraco, abrindo um espaço entre eu e a minha morte....e em alguns momentos sinto ridícula a idéia de que às vezes mesmo que inconscientemente sinto medo da morte
Marcel diz:
Um eu bem bichinho, inconsciente, que morre de medo de tudo
Marcel diz:
Me dá a imagem de um gatinho assustado com uma folha grande balançando perto dele
Marcel diz:
Ao mesmo tempo bunitinho e ignorante...tadinho
Marcel diz:
Só que quando consigo enxergar as coisas assim me dá um prazer indescritível....porque se eu vejo o gatinho de fora.....é porque naquele momento eu num sô ele....
Marcel diz:
eu sou algo maior.....que foi criado pelo conflito, pelo atrito gerado nas dores que passei e pelo processamento dessa energia criando esse eu sólido e maior
Marcel diz:
Ai meu deus, eu devo estar ficando loko mesmo
Marcel diz:
Se eu falo um negócio desses pro marcelo ele me interna
Marcel diz:
=)
√ลℓéяiล diz:
hehehehe
√ลℓéяiล diz:
você não está louco
√ลℓéяiล diz:
só tá se vendo como é mesmo... tá vendo que você é algo maior do que parece.
√ลℓéяiล diz:
maior do que vc sente que as vezes não é...
Marcel diz:
Muito foda, porque eu num tenho referência mais do que é ser normal....minha concepção é que essa coisa de normal num existe.
Marcel diz:
Tenho medo de num ser essa pessoa na hora da morte, e de que quando não consigo ver as coisas dessa maneira eu tenha perdido para sempre essa capacidade
Marcel diz:
Trabalinho lascado esse, porque às vezes me sinto tão sozinho que chega a ser quase insuportável.
√ลℓéяiล diz:
humm vamos por partes.
Marcel diz:
É como se eu fosse um peixinho no chão seco....fora do habitat natural....
Que se colocou ali por pura vontade de aprender a respirar ar...
Marcel diz:
Num precisa se preocupar comigo não, eu tô bem...só gosto de me abrir com você.
√ลℓéяiล diz:
se você sentiu que é algo maior, é porque você verdairamente é... e não é porque você vai morrer um dia que isso vai deixar você no meio do caminho e você vai morrer sem ser o que você é. Tudo fica ai dentro de você, mesmo que vc não lembre ou esqueça. Você sentiu, sente... tá ai com você.
Se sentir sozinho é normal... mas não se pode deixar chegar ao ponto de ser insuportável.. isso não faz bem. Até uma hora que vc vai acostumar a ser sozinho, e ai você vai ver o que é insuportável, ter que recriar todos os vínculos e todas as coisas...
√ลℓéяiล diz:
Não consigo não me preocupar =)
Marcel diz:
Então...mas é um sozinho diferente, isso de ficar sem os vínculos com as pessoas é diferente,
Marcel diz:
Num existe a possibilidade de eu num me relacionar....mas é só que as relações num me fazem me sentir menos sozinho mais
√ลℓéяiล diz:
hummm que bom =)
Marcel diz:
Em qualquer momento quando estou com outras pessoas ou não, se eu parar pra reparar essa solidão me acompanha....
Marcel diz:
ela sempre esteve lá na forma de um incômodo, mas agora eu sei que é ela que me incomoda
√ลℓéяiล diz:
e você tem idéia do porque que ela incomoda?
Marcel diz:
e ao mesmo tempo (acho?) que me faz mais condensado.....como se fosse o fogo que forja a espada
Marcel diz:
Porque a espada num se sente exatamente confortavel quando é forjada.
Marcel diz:
Como quando estamos aprendendo algo difícil, quase que dói.....é parecido
√ลℓéяiล diz:
é que você ainda sente um baque de uma perda...
Marcel diz:
E até hoje sempre quis me iluminar pra me livrar desse sofrimento, desse incomodo....
Marcel diz:
que sempre existiu, mas de forma latente, atrapalhava minha vida, mas a minha ilusão diminuia a atenção que eu dava pra ele e me nutria com falsas esperanças
Marcel diz:
E ele doía menos....às custas de saber que minha vida estava de alguma maneira errada
Marcel diz:
E num conseguir enxergar onde estava a incoerência.....o que criava outro sofrimento de exatamente mesma intensidade e incomodo
Marcel diz:
Como é loko essas coisa né?
Marcel diz:
Tapa aqui tirando dali ....fica faltando ali
Marcel diz:
Comecei todas as minhas buscas por causa desse incômodo, e agora vejo que é ele que me move
Marcel diz:
e não sei como ele ficara no futuro, se passará ou não, mas tenho certeza que hoje ele é real, sei bem o que é, e sei que sua existencia é fundamental pra mim na minha vida hoje
Marcel diz:
e tudo que faço hoje é manifestação dele, de uma forma ou de outra. Mas agora pelo menos eu consigo manifestar na realidade essa dor e instabilidade que sempre esteva lá.
Marcel diz:
E sinto que de alguma maneira fazendo isso essa coisa cicatriza....e precisei criar um casamento, uma vida de anos, cuidada com carinho e amor, para perdê-la
√ลℓéяiล diz:
ter descoberto o que é já é algo otimo =)
Marcel diz:
e passar por isso de forma inevitável, inescapável
Marcel diz:
Todo o processo é maravilhoso na verdade.....só é muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuito foda
Marcel diz:
Tem momentos que acho que vou enlouquecer....meu peito arde de falta de ressonância, falta de encontro
Marcel diz:
como se eu tivesse sido criado pra ser junto a tudo e estivesse sozinho, não cumprindo assim minha tarefa
Marcel diz:
Uma coisa muito maluca" ...

Um comentário:

√åℓ disse...

Olha só!
A Val da conversa sou eu!
hehehehehe.
Essa coisa toda da solidão rendeu várias conversas. Todas para me convencer de que somos sozinhos, e podemos estar em uma multidão que vamos em algum segundo nos sentirmos sós.

Beijos!