quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Egrégora.



Recebi esse texto por e-mail.
Um beijo a todos!
Val.


Egrégora (do grego Egregorien, que significa "velar", "cuidar") é a atmosfera coletiva plasmada espiritualmente num certo ambiente decorrente do somatório dos pensamentos, sentimentos e energias de um grupo de pessoas voltado para a produção de climas virtuosos do mundo.
É a atmosfera psíquica resultante da reunião de grupos voltados para trabalhos e estudos baseados na LUZ.
Pode-se dizer que toda reunião de pessoas para prática do Bem e da virtude (independente de linha espiritual) forma uma egrégora específica, uma verdadeira entidade coletiva luminosa, a qual se agregam várias outras consciências extrafisicas alinhadas com aquela sintonia espiritual para um trabalho interdimensional.
Provavelmente foi por isso que jesus ensinou: onde houver dois ou mais em meu nome, ai eu estarei.
O trabalho ritual regular, constante, harmônico somado aos interesses superiores de seus praticantes é fonte gerada de um nível vibratório elevado, alimentador constante de uma Egrégora capaz de gerar paz, evolução espiritual e conhecimento aos que dela usufruem.
Todos os agrupamentos humanos possuem suas egrégoras características: todas as empresas, clubes, religiões, famílias, partidos, etc. Mutios dizem que nãoo se deve misturar agrégoras de trabalhos diferentes, porem quando o AMOR se manifesta, desaparece qualquer ideologia doutrinaria, e só fica o que interessa: a LUZ.
Egrégora é como um filho coletivo, produzido pela interação "genética" das diferentes pessoas envolvidas. Se a egrégora é produzida por grupos de pessoas, basta você se aproximar e frequentar as pessoas certas: gente feliz, descomplicada, saudável, de bom caráter, boa indole. Mas também com fibra, dinamismo e capacidade de realização; sem vicios nem mentiras, sem preguiça e morbidez.
Uma vez obtido o grupo ideal, tdas as egrégoras geradas ou nas quais você penetre, vão induzi-lo a saúde, ao sucesso, à harmonia e à felicidade.
O dia em que os homens despertarem para climas mais universalistas e cosmoéticos, com certeza esse mundo será melhor de viver.
Viva a luz, pouco importa o nome, o grupo ou a doutrina que fale dela. E viva os mentores espirituais que ajudam a todos, independente de credo, raça ou cultura esposada.

Adaptação dos textos de Wagner Borges e o Instituto de Pesquisas Pisquicas Imagick.

2 comentários:

Anônimo disse...

Nossa que espetáculo, nunca vi alguém descrever tão bem o que eu sinto em relação a isso.
Muito bom post Valzinha!
Beijo

Marcel

Tathi disse...

Valzita,

Amei o texto, mostra como podemos buscar, cultivar relacionamentos saudaveis e fazer com que nossa busca e crescimento seja uma consequência para uma vida e mundo melhor.

Adorei!
Beijos
Tathi